06/11/2020

O que é treino funcional? É moda ou vantagem real?

O que é treino funcional? É moda ou possui benefícios de verdade?

Treino funcional é uma modalidade de exercícios variados que usam de base os movimentos naturais do corpo humano, como pular, correr, empurrar e agachar, proporcionando ganho de força, resistência e condicionamento.

O treinamento funcional é uma modalidade que ganhou muitos adeptos, por se tratar de um treino simples, eficiente e, para muitos, mais prazeroso. Por não exigir aparelhos específicos e não focar tanto na repetição isolada de um exercício, praticantes se sentem mais leves e estimulados.

Mas então, o treino funcional funciona mesmo ou é só uma moda? Ele pode substituir a musculação tradicional? Para quem o treino funcional é mais indicado? Veja todas as respostas aqui.

O que é treino funcional?

Como mencionamos na introdução, o treino funcional segue uma rotina de exercícios que usam o próprio corpo e seus movimentos naturais de inspiração. Nessas séries, o peso do próprio corpo serve para impulsionar os resultados.

Além disso, outros acessórios podem ser incorporados ao treino funcional para facilitar a prática e otimizar os benefícios. Entre eles, podemos citar:

- Elásticos;

- Colchonetes;

- Kettlebells;

- Anilhas de peso;

- Cordas;

- Bolas.

O treino funcional pode ser praticado em academias, ao ar livre e até mesmo em casa. Com a pandemia da covid-19, muitos treinadores montaram programas de exercício nessa modalidade para seus alunos, ajudando a manter a saúde, forma física e a entrada de dinheiro para eles.

4 benefícios do treino funcional

O treino funcional tem sido muito buscado por iniciantes que querem dar um basta no sedentarismo, mas a verdade é que essa modalidade de exercícios musculares oferece muitas vantagens para os seus adeptos.

Para deixar isso bem claro, listamos aqui 4 benefícios importantes do treino funcional. Confira:

1. Treino variado e estimulante

Um dos principais pontos a favor do treino funcional é o fato dele trazer séries de exercícios bem variados e estimulantes. Com o auxílio de um bom treinador, cada sessão de treino traz novos desafios e exercícios, ajudando o praticante a manter o pique e evitando o desânimo de fazer aquele exercício que odeia toda semana.

2. Pratique em qualquer lugar

Diferente de uma corrida, futebol ou musculação, o treino funcional é praticável em qualquer espaço sem a necessidade de áreas muito amplas, adaptadas ou com diversos equipamentos essenciais. Mesmo exercícios que utilizam um acessório, estes costumam ser itens simples e baratos, como elásticos e bolas de treino.

3. Fortalece o corpo todo de uma vez

Enquanto a musculação “isola” grupos musculares por cada exercício, algo como o tradicional “dia de perna” ou “dia de treinar braço”, o treino funcional trabalha o corpo todo de uma vez nas suas rotinas de exercício.

Além de fortalecer toda sua estrutura corporal por conta dos movimentos compostos dos exercícios, isso também aumenta a resistência, equilíbrio e evita lesões rotineiras.

4. Mais fôlego e coordenação motora

Um dos focos do treino funcional é o fortalecimento do sistema cardiorrespiratório. Com a intensidade dos exercícios e variedade de músculos trabalhados, a frequência cardíaca aumenta e, com o tempo, isso resulta em mais fôlego para atividades físicas.

Junto disso, o trabalho coordenado dos membros superiores e inferiores aumenta a coordenação motora e a noção espacial, principalmente se o treinador elaborar um programa de exercícios que desafiem esses conceitos.

Treino funcional x musculação: qual é melhor?

O treino funcional é um exercício de musculação. Apesar de ser de menor intensidade e trazer resultados mais distribuídos e gradativos, ele também resulta em fortalecimento da musculatura, assim como levantar peso.

Na queda de braço entre funcional e musculação, não tem como definir qual é melhor. O ideal é identificar qual a sua motivação, quais seus objetivos para o treino e o que prefere. De qualquer modo, o que vale considerar é que para se obter resultados é importante ter constância e dedicação.

Quem pode praticar o treino funcional?

De certa forma, não existem muitas restrições para a prática do treino funcional. Por se tratar de um treino completo e de intensidade desafiadora, pessoas previamente sedentárias devem considerar uma prática mais simples, como a corrida, caminhada ou musculação leve, para preparar o corpo antes de entrar nesse treinamento.

Mas isso não impede que elas comecem já pelo treino funcional, apenas exige que o praticante se esforce mais e o treinador crie um programa de exercícios adaptados, até mesmo para evitar lesões.

Como começar no treino funcional

O treino funcional traz diversos benefícios para o corpo do atleta. Mas como começar a prática dessa modalidade? Veja o passo-a-passo:

1- Faça uma avaliação médica e se oriente;

2- Acompanhamento nutricional é muito importante para qualquer prática esportiva;

3- Pesquise treinadores e cursos, buscando credenciais, filosofia e avaliação de quem já segue seu treinamento;

4- Adquira os itens necessários, como roupas apropriadas, tênis e acessórios;

5- Comece a treinar, dedique-se e não desista!

Viu só como é simples? Contar com acompanhamento médico, nutricional e de um bom treinador faz toda diferença, mesmo para quem adquire programas de treinamento com aulas online.

E para se equipar para o treino funcional, confira as ofertas da N10, aqui temos tênis esportivos, roupas de academia e muito mais.